O Brasil é o quarto país do mundo em população carcerária. Está atrás de EUA, Rússia e China. Ou seja: prende bastante. Mas prende muito erradamente. Cadeia deveria ser para gente violenta, que oferece concreto perigo para a convivência em sociedade. Entre o que deveria ser e o que é há uma grande distância.

Um levantamento realizado pelo Instituto Avante Brasil, com o escopo de tornar pública a realidade carcerária brasileira, apontou que a população prisional teve um aumento de 508% entre e 1990 e 2012, enquanto a população nacional teve um crescimento de 31%. Em 2012 a taxa de presos foi 283 por 100 mil habitantes, considerando a população de 193.946.886 habitantes estimada pelo IBGE para 2012. Ou seja, enquanto a população cresceu 1/3, a população carcerária mais que sextuplicou. Entre 2002 e 2003 houve um crescimento importante na população carcerária, de 28,8% (68.959 em número absoluto).

Apesar disso, a criminalidade não para de crescer.

Veja o levantamento e conheça os dados:

LEVANTAMENTO SISTEMA PENITENCIÁRIO 2012

Comentários