Todos os posts por:
Christiane Parisi

Caos nos transportes: luta de classe ou “guerrilha urbana”?

Caos nos transportes: luta de classe ou “guerrilha urbana”?

São Paulo viveu ontem (20/5) mais um dia infernal nos transportes públicos (greve-surpresa de motoristas e cobradores de ônibus, que paralisaram, inclusive agressivamente, várias vias públicas da cidade). Isso já tinha ocorrido no RJ há poucos dias, onde também repercutiu nacionalmente outra greve, a dos garis. Ponto comum entre elas: os sindicatos respectivos negam qualquer […]

Gigante invertebrado (1) – Operação Lava Jato e a Suprema Corte das contradições

Gigante invertebrado (1) – Operação Lava Jato e a Suprema Corte das contradições

Por decisão do STF, foram liberados todos os investigados na Operação Lava Jato (iniciada em 17/3/14), que desarticulou uma organização criminosa que tinha como objetivo a lavagem de dinheiro em seis estados e no Distrito Federal. De acordo com as informações do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), os acusados (ex-diretores da Petrobrás, deputados, […]

Os brasileiros: quem somos? (2)

Os brasileiros: quem somos? (2)

O Brasil foi palco de um próspero empreendimento parasitário-escravagista (é impossível saber quem somos sem conhecer nossa história; aliás, quem não conhece a história tende a repetir os mesmos erros), que envolveu uma estrutura de poder complexa formada pelos reis e pelo catolicismo, que comercializaram o corpo e a alma dos nativos e capturados. No […]

Os brasileiros: quem somos? (1)

Os brasileiros: quem somos? (1)

  Somos uma massa composta de um conglomerado de gente rica e pobre, mas rudemente imperfeita, quando nos comparamos ao mundo escolarizado e civilizado (que chamamos de países “escandinavizados”: Noruega, Dinamarca, Islândia, Holanda, Coreia do Sul, Nova Zelândia etc.). Estamos abaixo da linha do equador (linha imaginária que dividiu a Terra em dois hemisférios: polo […]

Quais são nossas criaturas malignas?

Quais são nossas criaturas malignas?

Tudo levava a crer, no princípio do século XXI, que poderosas energias estavam nos conduzindo ao sucesso mundial (taxa de crescimento maior que a média mundial, baixo desemprego, moeda estável, fortes exportações etc.). Novamente, no entanto, os anos de opulência econômica, consumista e especulativa não significaram opulência cultural e educacional. Ficamos na superfície e esquecemos […]

A prosperidade econômica é uma festa, mas nós…

A prosperidade econômica é uma festa, mas nós…

Depois de um período de bom crescimento econômico (de 2000 a 2010), favorecido por várias circunstâncias internas e internacionais (alto valor das nossas mercadorias, câmbio – o real – estável, declínio na taxa de desemprego, mercado interno aquecido, inflação controlada, 7ª economia do planeta, conforme o Banco Mundial, etc. – veja Schwartsman e Giambiagi: 2014), […]

Tertúlias Criminológicas com o Prof. Rogelio Barba Alvarez – Criminalidade violenta, grupos de autodefesa e vitimização secundária, visão bilateral México-Brasil

O Instituto Avante Brasil recebeu o Prof. Rogelio Barba Alvarez, que falou sobre a violência no México e no Brasil, vitimização secundária e grupos de autodefesa. Esses grupos apareceram em várias cidades do México, onde o Estado não foi capaz de garantir a segurança e o bem-estar dos cidadãos, para garantir a harmonia, que se […]

Linchamentos e crise dos valores morais

Linchamentos e crise dos valores morais

As vítimas dos linchamentos, que se tornaram comuns em toda América Latina (o continente mais violento do planeta), são consideradas inimigas pelos seus algozes: mas nisso reside um erro crasso, porque os verdadeiros inimigos são os grandes responsáveis pela situação de injustiça profunda, que é a causadora da intolerância, da impaciência, do rancor, da raiva […]

Linchamentos e a peste da violência

Linchamentos e a peste da violência

No primeiro dia o médico viu um rato morto na frente da sua casa e achou isso estranho (insólito). No segundo dia, mais três. Nos dias seguintes, muitos. Em seguida surgem incontáveis doentes com os mesmos sintomas: inchaços, erupções cutâneas e delírios; em menos de 48 horas todos começaram a morrer. Centenas de milhares de […]