Leia mais Artigos
  • PeTucanato: 21 anos de cleptocracia cartelizada 23 de março de 2015

    Pátria inglória, mas que procura seu lugar! Depois de 21 anos de ditadura (1964-1985), acha-se sob o jugo de 21 anos de cleptocratura (1994-2015), marcada pela roubalheira generalizada praticada pelas classes dominantes/reinantes em conluio com as bandas podres do PSDB (trensalão), do PT (petrolão) e seus coalizados, que foram atingidos mortalmente (na jugular) pela ladroagem […]

  • Aécio sugere cassação dos partidos envolvidos com corrupção 20 de março de 2015

    A providência sugerida (por meio de projeto de lei, como foi dito) é muito adequada, porque a situação específica de o partido receber dinheiro de corrupção não está prevista no art. 28 da Lei 9.096/95 (lei dos partidos políticos). De qualquer modo, considerando o argumento de alguns deputados de que receberam doação partidária, não dos […]

  • Cid Gomes: herói ou vilão da república cleptocrata? 19 de março de 2015

    Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara dos Deputados, disse “que a corrupção está no Executivo, não no Legislativo” (é preciso ter muita fé para acreditar nessas barbaridades). Cid Gomes respondeu: “Na Casa existem uns 400 ou 300 achacadores”. Sincericídio ou vilania? Lula havia identificado (nos idos de 1993) 300 picaretas. Cid, que já levou a […]

  • Políticos “profissionais” e a república cleptocrata 18 de março de 2015

    Se as investigações criminais que o STF mandou promover contra os primeiros 47 políticos indicados pelo Procurador-Geral resultarem frutíferas, ganhará muita força a tese de que quanto mais tempo o político fica na política mais vulnerável ele se torna à corrupção cleptocrata “institucionalizada” no Brasil, ou seja, à corrupção praticada pelas classes dominantes e/ou reinantes […]

  • Veja como Dilma pode ser investigada criminalmente 17 de março de 2015

    Rodrigo Janot (Procurador-Geral da República) e Teori Zavascki (ministro do STF e relator do caso Lava Jato) estão equivocados (data vênia): não há nenhum impedimento legal ou constitucional para investigar se Dilma Rousseff (e seu partido: o PT) teria recebido, em 2010, sob a forma camuflada de “doação eleitoral”, dinheiro gatunamente surrupiado da Petrobras. Ao […]

  • Cleptocracia matou Nova República 16 de março de 2015

    A Nova República (pós-ditadura) está morta! Morreu no dia em que completou 30 anos (1985-2015). A massa rebelada nas ruas (mais de 2 milhões de pessoas, segundo estimativa das polícias militares) falou em impeachment, fora PT e muito (muito mesmo!) em “fim da corrupção”. A causa mortis da Nova República decorre de uma série de […]

  • 13 e 15 de março: massas rebeladas 13 de março de 2015

    Onde há poder há resistência, mesmo nas microrrelações de poder (Foucault). Quando não concordamos com um determinado governo, nada mais legítimo que protestar (e desejar sua mudança pela via democrática). Mas é de se lamentar quando a luta do povo (ainda que hercúlea) fica pela metade. Se sabemos (pela história e pelos indicadores sociais) que […]

  • Feminicídio: entenda as questões controvertidas da Lei 13.104/2015 12 de março de 2015

    ALICE BIANCHINI, doutora em direito penal pela PUC/SP. Editora do Portal atualidadesdodireito.com.br. Autora do livro Lei Maria da Penha, 2. ed. Saraiva.   LUIZ FLÁVIO GOMES, jurista e diretor-presidente do Instituto Avante Brasil (membro do MCCE). Estou no luizflaviogomes.com   Entrou em vigor, no dia 10 de março, a Lei 13.104/2015, que trata do feminicídio. O […]

  • Patrimonialismo e aparelhamento do poder público (mais de 600 mil cargos comissionados) 11 de março de 2015

    Estado cleptocrata não é apenas o reconhecidamente governado por corruptos, senão também o governado ou cogovernado por aqueles que buscam extrair da coisa pública vantagens pessoais ou partidárias decorrentes do patrimonialismo, que significa o estatismo abusivo, a confusão entre o público e o privado, o uso do patrimônio público como se fosse patrimônio privado, a […]

  • Cleptocracia e canalha-existência 10 de março de 2015

    Como se explica no Brasil a presença de ladrões da coisa pública (isto é: da cleptocracia) em todos os níveis (federal, estadual, distrital e municipal), em todos os tempos (para os séculos XVI, XVII e XVIII veja A arte de furtar, livro atribuído ao Padre Manuel da Costa; para o século XIX veja João Francisco […]


veja mais…